PROGRAMAÇÃO OUTUBRO/2017
EBP/SEÇÃO-RIO


NOTA DA DIRETORIA

Depois de nos dedicarmos aos “Assuntos de família” durante o VIII Enapol em Buenos Aires, voltamos com todo gás às atividades da Seção Rio. Da livraria do Enapol, Elisa Monteiro, nossa zelosa Diretora de Biblioteca, trouxe vários novos títulos, já disponíveis para consulta. Vejam a listagem das novas aquisições, disponível na Biblioteca.

Verifiquem na AGENDA, mais abaixo, que, além das atividades mensais de Orientação Lacaniana, Seminário clínico e Lições do passe, a programação do mês de outubro traz novas atividades.

A comissão da Diretoria de intercâmbio e cartéis da EBP-Rio tem trabalhado em cartel os textos institucionais da Escola de Lacan e programou um debate sobre a “Teoria de Turim”, de Jacques-Alain Miller, disponível em
http://www.opcaolacaniana.com.br/pdf/numero_21/teoria_de_turim.pdf

Outra novidade da Diretoria de cartéis, intitulada “Manhã de cartéis”, é o intercâmbio entre os cartéis da EBP constituídos no Rio. Foram convidados participantes de diferentes cartéis para falar da experiência de trabalho em cartel.

A Diretoria de Biblioteca está promovendo o lançamento do livro “Criar e fruir da arte”, da colega Maria Lídia Arraes Alencar.

Lembro, ainda, que as XXV Jornadas Clínicas da Seção Rio se aproximam. Inscrições e informações estão disponíveis em www.loucuraseamores2017.wordpress.com. Elas ocorrerão na sede do Instituto Pró-saber, nos dias 10 e 11 de novembro, e as vagas são limitadas.

Até breve.

Angela Bernardes



AGENDA

SEMINÁRIO DE ORIENTAÇÃO LACANIANA
Dia 02 de outubro, às 20h, no Largo dos Leões, 70
Apresentação: Romildo do Rego Barros
Coordenação: Angela Bernardes e Marcia Zucchi


SEMINÁRIO CLÍNICO
Dia 09 de outubro, às 20h, na Rua Capistrano de Abreu, 14
Apresentação: Tatiane Grova
Comentários: Andrea Villanova
Coordenação: Elisa Monteiro


LIÇÕES DO PASSE
Dia 16 de outubro, às 20h00, no Largo dos Leões, 70
Apresentação: Ana Tereza Groisman e Gloria Maron comentam o testemunho de Maria Cristina Giraldo
Coordenação: Stella Jimenez


NOITE DA BIBILIOTECA
Dia 20 de outubro, às 18h, na Rua Capistrano de Abreu, 14
Lançamento do livro “Criar e fruir da arte” de Maria Lídia Arraes Alencar
Comentários: Marcus André Vieira e Heloisa Caldas
Coordenação: Elisa Monteiro


NOITE DE CARTÉIS
Dia 23 de outubro, às 20h, na Rua Capistrano de Abreu, 14
“Teoria de Turim: sobre o sujeito da Escola”
Apresentação: Eliana Bentes e Monique Vincent
Comentários: Maria Silvia Hanna
Coordenação: Rachel Amin


MANHÃ DE CARTÉIS
Dia 28 de outubro, às 10h, na Rua Capistrano de Abreu, 14
Coordenação: Rachel Amin


Atividade preparatória para o XI Comgresso da AMP
"As psicoses ordinárias e as outras, sob transferência"

Dia 30 de outubro às 20h, na Rua Capistrano de Abreu, 14
Coordenação: Ana Lucia Luttercbach Holck





VÍdeo

Assista aqui:
Seminário de Orientação Lacaniana 04/09/2017:
https://youtu.be/d7bFdvubm3U

Noite da Biblioteca 28/08/17 - Lançamento do livro Psicopatologia Lacaniana:
https://youtu.be/Vl44wLlx3-U



CRÉDITOS

Comissão de Divulgação e Mídia da Seção Rio:
Sandra Landim (coordenação), Lourenço Astúa de Moraes (consultor), Natália Maia Coutinho, Patricia Paterson, Paula Legey e Thereza De Felice.

 




Andamento do ICP-RJ



"Curso Livre na RegiÃo dos Lagos"

Nossa proposta é a de um funcionamento quinzenal, aos sábados, tendo como tema inicial os “Quatro conceitos fundamentais da psicanálise” - inconsciente, pulsão, transferência e repetição -, apoiados, inicialmente, no Seminário 11, de Lacan, e em alguns textos metapsicológicos de Freud. Além destes, trabalharemos também outros conceitos cruciais formulados por Lacan ao longo de seu ensino, como: gozo, real, objeto a, foraclusão, sujeito, Outro, etc. Visamos tornar a apreensão de tais conceitos mais acessível para os iniciantes e possibilitar seu estudo mais sistemático para os já praticantes da psicanálise, com o cuidado de não perder a dimensão de non-sense do real lacaniano, na medida em que tentaremos localizá-los e articulá-los em sua relação necessária com a obra de Freud. Pensamos que essa oferta, nesse modelo, pode vir a ser uma boa “porta de entrada” para essa comunidade no discurso analítico, assim como a ocasião de prosseguir em seus estudos da psicanálise pautados pela orientação lacaniana.

Dias e horários: 21 e 28 de outubro / 18 e 25 de novembro / 9 de dezembro, 10h às 12:30h.

Local: Casa Ateliê Carlos Scliar - Rua Marechal Floriano (Boulevard Canal), 253, São Bento, Cabo Frio.

Investimento e formas de pagamento: a serem divulgados em breve.

Cooordenação: Vicente Machado Gaglianone, membro da EBP-AMP e Vera Avellar Ribeiro, membro da EBP-AMP.

Colaboração: Francisca Menta e Mariana Pucci

Contaremos, ainda, com a participação de um “corpo docente” suplementar, constituído de alguns colegas de nossa comunidade – EBP/AMP -, que se juntarão a nós, a fim de nos apoiar com suas transmissões pontuais ao longo do curso.

Na aula inaugural, dia 21 de outubro de 2017, contaremos com a presença de Marcus André Vieira, psicanalista, membro da EBP/AMP e, para a última aula, 9 de dezembro, contaremos com a presença de Glória Maron, psicanalista, membro da EBP/AMP e coordenadora de ensino do Instituto de Clínica Psicanalítica do Rio de Janeiro (a confirmar) e Paula Borsoi, psicanalista, membro da EBP/AMP e diretora do Instituto de Clínica Psicanalítica do Rio de Janeiro.



CIEN

CienRio

Vania Gomes e Roberta D'Assunção

No encontro do CienRio do dia 5 de setembro, o laboratório Brincante trouxe três vinhetas práticas em torno do tema "Os gadgets e as tecnociências na infância: consequências e possibilidades". Os diferentes usos da tecnologia pelas crianças internadas ou em tratamento ambulatorial surpreenderam a todos, desde o grupo das mães, pelas redes sociais, até o uso do celular como laço possível entre amigos fora e dentro do hospital.

Mas foi a partir dos jogos de morrer e de viver que a questão da doença e da morte emergiu. A pergunta de uma enfermeira aponta para o impasse da equipe: "Como um professor pode deixar as crianças terem esse comportamento de 'atirar e matar' as pessoas que passam?". Violência e morte aparecem juntas e delineiam o real em torno do qual o mestre é convocado a responder. O trabalho do laboratório, no entanto, atravessa a instituição e a questiona, transformando espaços e levando o brincar como ferramenta. Assim, permite que as crianças encontrem saídas criativas e vivas para não sucumbir diante de tratamentos invasivos e debilitantes.

Para a equipe, resta o trabalho com o mal-estar de cada um diante da morte e da violência com que os pacientes, crianças e adolescentes, lidam de formas tão singulares. Em uma instituição que reúne em sua prática profissionais com discursos tão diversos como educação física, enfermagem, medicina, assistência social e psicologia, nada mais fundamental do que a conversação como instrumento de tratamento dos impasses pela via do laço social.





AGENDA DO ICP


- Encontro mensal do CIEN Rio
03 de Outubro - terça-feira, às 20:30
Coordenação: Vania Brito e Roberta D’Assunção (colaboradora)

- Encontro com a Clínica do autismo
27 de Outubro - sexta-feira, às 18:30
Coordenação: Maria do Rosário C. do Rêgo Barros e Paula Borsoi






BLOG E FACEBOOK

Convidamos a todos os associados, alunos e participantes do ICP a visitarem o blog das jornadas da EBP/ICP-Rio e o blog dos núcleos e unidades de pesquisa do ICP-Rio. Segue os endereços:







CRÉDITOS

Comissão de publicação do ICP-RJ: Cristina Duba (coordenação), Arthur Chicralla, Leonardo Miranda, Luiza Sarrat Rangel, Sandra Landim, Tatiana Grenha e Thereza De Felice